Ambiente Preparado, Brincar e Autonomia

Observando os adultos e o atuar com as crianças percebe-se uma tendência a negar o que brota delas. Há uma ideia geral de que devemos melhorá-los, que são seres “vazios” e que precisam ser preenchidos com o “conhecimento” que julgamos necessário. Sem perceber, anulamos o conhecimento que brota das suas próprias experiências genuínas.

Na Educação Viva & Consciente entendemos que é preciso ressignificar essa relação para que as crianças construam seus próprios caminhos e aprendam de forma autônoma. Apoiar a vida, a natureza humana que se desenvolve é um dos grandes e mais importantes papéis de todo e qualquer adulto que está perto de alguma criança. Devemos esforçar-nos para permitir que a criança se sirva do seu poder criativo. Que elas possam descobrir-se pelo caminho.

Permitir que cada criança se torne a protagonista da sua aprendizagem. A criadora da sua própria aptidão, autora do seu próprio aperfeiçoamento. O adulto acompanha, apoia, amplifica. Ajuda o indivíduo a descobrir e realizar as suas potencialidades, principalmente de forma passiva, sem interferências. Isso significa dizer com a interferência precisa e mínima de nossos condicionamentos como julgamentos, qualificações, comparações e expectativas.

Testemunhamos o fluir das crianças, evitando direciona-las. Silenciamos e contemplamos sem dizer o que devem ou não devem fazer com relação ao seu próprio descobrimento pessoal e o desenvolvimento dos seus talentos. A criança é quem indica nas suas manifestações espontâneas e no seu progresso, na intensidade dos seus esforços e na constância das suas livres escolhas o desabrochar do seu caminho. Nesse contexto, o educador deve aprender da criança, observá-la nesse florescimento e servi-la como melhor pode.
 

O Livre Brincar, assim, é entendido como a ferramenta que a criança possui para construir sua autonomia a cada momento do seu dia. Brincar é a linguagem da criança. É como ela lê e interpreta o mundo com o qual interage. E não é só (tudo!) isso. Brincando a criança também escreve e reescreve sua própria história. 
 

Seja em brincadeiras individuais ou em brincadeiras coletivas, é essencial garantir o tempo e espaço necessários para que a criança possa expressar-se e interagir com o que a cerca. 
 

O Livre Brincar pressupõe que o adulto-educador assuma o lugar de observador silencioso, e não o de protagonista ou coadjuvante da brincadeira ao lado das crianças.

 Viabilizar o Livre Brincar, ou seja, permitir que as crianças brinquem livremente, sem direcionamentos por parte dos adultos, é como obervar a nascente de um rio, só observar. Observar as águas profundas e sempre fluidas brotarem e nutrirem o solo já fértil da infância. Não é preciso perfurar essa nascente para aumentar sua vazão. É preciso (e precioso), tão somente, cuidar da área de mata ciliar que envolve esse ponto.

E a metáfora de "cuidar da mata ciliar da nascente da brincadeira" se traduz em proporcionar ambientes preparados para o Livre Brincar.
 

O ambiente preparado exige e surge do adulto-educador observador. É observando as demandas das crianças que se prepara um ambiente propício e adequado para cada momento do desenvolvimento da criança. Ambientes preparados, portanto, oferecem um manancial de possibilidades acessíveis à criança. E são modificados constantemente para adequar-se às mudanças características da Vida.
 

Ajusta-se altura de móveis, objetos e brinquedos para garantir a acessibilidade. Retira-se itens que não mais atendem aos interesses das crianças. Confeccionam-se brinquedos que possam atender às novas demandas. Preserva-se o silêncio, de palavras e movimentos bruscos ou muito chamativos dos adultos. Convida-se pessoas para compartilharem algo que as crianças tenham pedido. Organiza-se os brinquedos e demais itens em compartimentos que favoreçam a autonomia da criança, tanto para escolher com o que interagir quanto para também guardar o que utilizou sem precisar de um adulto para isso.
 

Ambientes Preparados e Livre Brincar são, portanto, instrumentos que auxiliam a conquista da autonomia por parte da criança. E são também diretrizes do nosso trabalho em Educação Viva e Consciente.

WhatsApp%20Image%202020-04-14%20at%2013.
IMG-20190319-WA0014.jpg
WhatsApp Image 2020-04-17 at 08.22.36.jp